A Arte do Futebol

quarta-feira, 16 de março de 2011

Treinos de Captação - A Falsa Realidade


A qualidade de um jogador de futebol vê-se no seu 'todo', ou seja, nas suas capacidades físicas, táctico-técnicas, cognitivas, emocionais e sociais. Quando se pretende recrutar um jogador, são estes (ou alguns destes) parâmetros que se têm em conta. É nos treinos de captação que os jogadores vão ter oportunidade de mostrar as suas capacidades ao melhor nível possível... e é aqui que começam os problemas para a avaliação da real capacidade dos jogadores.

Jonah Lehrer, no seu blog, escreveu um post intitulado de Which Traits Predict Success? (The Importance of Grit) onde, entre outras coisas, refere o contexto onde são feitos habitualmente os testes da NFL (National Football League), denominados de NFL Combine. Qualquer jogador com o sonho de ser profissional de futebol americano sonha com a oportunidade de mostrar as suas capacidades, durante uma semana, para uma plateia com treinadores e olheiros, de modo a ser escolhido para uma equipa da NFL. Durante essa semana, o jogador irá realizar todos os testes com níveis máximos de motivação, ou seja, fará o melhor possível e, salvo os casos em que o excesso de pressão faz reduzir o rendimento, eles estarão a actuar ao seu melhor nível. Mas esta semana de testes não reflecte a realidade da época desportiva onde existem dezenas de semanas em que os jogadores têm de estar constantemente ao seu melhor nível.

Diz-se no futebol (e com razão) que quando se ganha tudo corre bem... é igual com os inícios de época. No 1º dia de treinos, todos estão motivados, todos querem mostrar as suas qualidades para cimentar o seu estatuto dentro da equipa e, portanto, a motivação está sempre em alta. Mas com o decorrer da época, quando se começam a perder jogos, o verdadeiro carácter das 'pessoas' começa a revelar-se e não é esse o carácter que se viu nos treinos de captação. Nesses treinos os jogadores trabalharam no duro, deram sempre o máximo mas só os mais fortes psicologicamente (entenda-se aqueles que têm uma predisposição natural para estarem focados e auto-motivados para alcançar os seus objectivos perante todas e quaisquer dificuldades que apareçam) é que conseguem manter esses índices de trabalho num nível elevado ao longo da época. E não é com treinos de captação que conseguimos detectar estes jogadores.

Os clubes com uma maior capacidade organizativa já começam a investir na prospecção de jogadores, tendo profissionais competentes com o objectivo de referenciar jogadores de outros clubes, de acordo com o que eles fazem regularmente nos mesmos, dando uma imagem mais real do 'todo' que é o jogador mas nem todos os clubes têm essa capacidade e é nos 'pequenos' que são bastante habituais os treinos de captação, normalmente antes do início da época, que servem para recrutar os activos desportivos para a respectiva equipa.

Sem comentários: